Black Friday Ubannet

02/04/2017 às 14h51m - Atualizado em 05/04/2017 às 22h39m

Salles marca mais um de falta e Santa elimina o Itabaiana

Tricolor espera vencedor de Sport e Campinense

lja_8728

Empurrado por torcedores que não gostaram da provocação do adversário, o Santa Cruz recebeu o Itabaiana para decidir uma vaga nas semifinais da Copa do Nordeste na noite deste sábado (1). Com a vantagem de ter vencido fora de casa, bastava um empate para colocar os dois pés na próxima fase. Graças ao zagueiro-artilheiro Anderson Salles e mais um gol de falta, o tricolor repetiu o placar do meio de semana e segue na luta pelo bicampeonato.

Se na arquibancada a ordem era fazer barulho, em campo desde os primeiros minutos o Tricolor do Arruda transformou os gritos em pressão para o adversário. No segundo minuto de jogo, Pereira recebeu dentro da área e girou batendo forte, mas a bola passou ao lado da trave. Não demorou para os anfitriões voltarem a assustar em falta que Salles cruzou na área e Pitbull não chegou por pouco.

A primeira chance do Itabaiana surgiu aos 12 em bola que Diego Neves recebeu alta na entrada da área, matou no peito e girou batendo forte, porém por cima do gol. Dali em diante, pouco se criou. As duas equipes pecavam muito no último passe, à exceção de uma bola cruzada na área coral, aos 27, que Magno mandou perfeita para Neves cabecear no travessão de Júlio César.

Com a proximidade do intervalo, o Santa parecia se desencontrar em campo. Os passes já não chegavam aos companheiros e o Tricolor da Serra foi quem passou a dominar as ações, algo que tirava a paciência e a voz do técnico coral. O apito do juiz trouxe um estádio dividido entre vaias e aplausos de incentivo. Havia um consenso, o time não estava bem.

Salles decide de novo

O recomeço desse jogo veio com mudança no ataque do time da casa, mas foram os sergipanos que assustaram primeiro. Com dois minutos, Zaquel pegou a sobra de um cruzamento na área e soltou o pé, mas o chute passou ao lado do gol. Mais dois e foi a vez de Magno soltar uma bomba na barra coral, porém Júlio César pulou para defender bem.

Visivelmente cansado, o Santa não conseguia produzir efetivamente, apenas em algumas bolas pelos lados do campo surgiam oportunidades que eram desperdiçadas no último passe. Quando não acontecia algum impedimento de Pitbull. Até que o centroavante foi derrubado na entrada da área aos 27 minutos. Antes mesmo da cobrança, a euforia já era enorme, afinal, o zagueiro Anderson Salles estava na bola.

Para não decepcionar as centenas de câmeras acesas na arquibancada, o camisa 3 foi, mais uma vez, o algoz do Itabaiana. Em cobrança perfeita, colocou o time pernambucano a frente no placar e aumentou a vantagem no placar agregado; 1x0. Aos 36 houve outra chance de cobrar em gol quando Zaquel meteu a mão na bola. Entretanto, o chute passou por cima.

O fim de jogo trouxe poucas emoções, visto que o visitante precisava de dois gols em poucos minutos e o Santa tinha pouco interesse em se arriscar com o placar garantido. No final, mais uma vez, Anderson Salles decidiu a parada. Sendo o quarto jogo seguido ganho pelo Tricolor nas bolas paradas. Agora, a Cobra Coral espera saber se enfrenta Sport ou Campinense nas semifinais. O jogo da volta é no domingo (2) e os paraibanos levaram a melhor na ida; 3x1.

Comentários

Outras notícias