Black Friday Ubannet

31/03/2017 às 11h49m - Atualizado em 16/04/2017 às 10h10m

Polícia Federal apreende quantidade recorde de skank em Pernambuco no Aeroporto do Recife

Dois estudantes foram presos transportando 21 quilos da droga, maconha modificada geneticamente em laboratório, escondidos em malas, nessa quarta (30).

Estudantes receberam as malas já com a droga em Manaus

A Polícia Federal realizou uma apreensão recorde de quase 21 quilos de skank, maconha modificada geneticamente em laboratório, no Aeroporto dos Guararapes, Zona Sul do Recife, nessa quarta-feira (30). A droga veio de Manaus transportada por dois estudantes pernambucanos de 27 e 25 anos, presos durante uma fiscalização de rotina.

Os policiais perceberam que os dois suspeitos estavam nervosos e impacientes e, em uma entrevista prévia, começaram a se contradizer em algumas respostas, como o valor pago pelas passagens.Após uma revista nas malas, foram encontrados 18 tabletes da droga, totalizando 20,9Kg.

Estudantes trouxeram a droga de Manaus

Durante o interrogatório, os estudantes informaram que saíram do Recife na terça-feira (28) e receberam as duas malas já prontas com a droga misturada em suas roupas em Manaus, no Amazonas. Em seguida, eles voltaram para o Recife, tendo feito antes uma escala em Fortaleza

Eles disseram também que não se conheciam antes e só vieram perceber que ambos estavam no mesmo serviço de transporte da droga dentro do avião ao retornar para a capital pernambucana. Pelo serviço, receberiam R$ 5 mil cada um.

Os suspeitos foram levados para o Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, onde ficarão à disposição da Justiça Federal.

Segundo a PF, o skank não é produzido no Brasil e pela forma de apresentação a droga apreendida é oriunda da Colômbia.

As informações são do JC Online
Foto: Divulgação

Comentários

Outras notícias