Black Friday Ubannet

24/03/2018 às 11h15m - Atualizado em 24/03/2018 às 21h38m

Timbaúba fecha vagas de emprego pelo segundo mês consecutivo

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), o município de Timbaúba já perdeu 425 postos de empregos este ano.

timbauba

O município de Timbaúba teve um desempenho negativo na geração de empregos nos dois primeiros meses do ano em 2018, é o que aponta o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

Esses dados foram divulgados nesta sexta-feira (23), e relata que em janeiro, o município contratou 125 pessoas com carteira assinada e dispensou 437, saldo negativo de 312. Já em fevereiro, as empresas contrataram 65 trabalhadores e trabalhadoras com carteira assinada e 178 perderam seus empregos, saldo negativo de 113 desempregados.

A agropecuária foi o setor que mais contribuiu para o fechamento de vagas de trabalho no município. Ao todo, foram 17 admissões e 196 demissões. Seguido pela construção civil com 27 admissões e 140 vagas fechadas, saldo negativo de 113 demissões.

Brasil

Em todo o país, foram abertos 61.188 postos formais de trabalho em fevereiro, um aumento de 0,16% em comparação com o mês anterior. No total, foram 1.274.965 admissões e 1.213.777 desligamentos. A maioria dessas vagas (65.920) foram criadas no setor de serviços.

Os maiores saldos foram registrados em São Paulo (+30.040 vagas), Santa Catarina (16.344), Rio Grande do Sul (+13.024), Paraná (+7.703), Minas Gerais (+7.288) e Goiás (+5.137).

Pernambuco foi na contramão e registrou uma perda de 7.381 postos, conforme dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho. 

Comentários

Outras notícias