Black Friday Ubannet

22/03/2018 às 13h15m - Atualizado em 22/03/2018 às 13h23m

Vice governador Raul Henry recorre ao Tribunal Superior Eleitoral contra dissolução do MDB de Pernambuco

O ministro Ricardo Lewandowski deverá pautar a matéria antes de 7 de abril, prazo final para que os políticos que vão disputar mandato nas próximas eleições se filiem a algum partido.

raul_henry

“Confio na Justiça”, disse várias vezes o vice-governador de Pernambuco, Raul Henry, nesta quarta-feira (21), antes de ajuizar recurso no TSE contra decisão monocrática do ministro Admar Gonzaga que autorizou a executiva nacional do MDB a realizar a reunião em que se decidiu por 17 votos contra 6 dissolveu o diretório pernambucano.

Henry, que era o presidente do MDB-PE, e, inconformado com a dissolução que chamou se “ilegal, ilegítima e autoritária”, recorreu ao plenário do TSE.

O relator será o ministro Ricardo Lewandowski, que deverá pautar a matéria antes de 7 de abril – prazo final para que os políticos que vão disputar mandato nas próximas eleições se filiem a algum partido.

O vice negou a existência de um “plano b”, mas se porventura perder a parada no TSE deverá migrar junto com todos os liderados do deputado Jarbas Vasconcelos para outro partido da Frente Popular. A primeira opção é o PSD presido no Estado pelo deputado federal André de Paula.

Do blog do Inaldo Sampaio

Comentários

Outras notícias