Black Friday Ubannet

21/03/2018 às 11h03m - Atualizado em 21/03/2018 às 11h44m

PSDB oficializa pré-candidatura de Alckmin à Presidência

A confirmação do nome dele já era esperada, e o anúncio foi feito após reunião da Executiva Nacional na sede do partido, em Brasília.

geraldo_alckmin

O PSDB oficializou nesta terça-feira (20) a pré-candidatura do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, à Presidência da República.

A confirmação do nome dele já era esperada, e o anúncio foi feito após reunião da Executiva Nacional na sede do partido, em Brasília.

Alckmin confirmou que planeja deixar o comando do governo paulista no dia 6 de abril, prazo máximo para a desincompatibilização a fim de disputar a eleição, que será em outubro. O registro oficial dos candidatos será em agosto.

Presidente nacional da legenda, Alckmin foi o único inscrito nas prévias internas após vencer disputas dentro da legenda.

O nome dele enfrentava resistência de alguns setores do partido. O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio, por exemplo, insistia nas prévias com mais candidatos.

Outra dificuldade que precisou ser superada foi a disputa eleitoral paulista. Alckmin queria que o vice-governador de São Paulo, Márcio França, do PSB, fosse candidato a sua sucessão no estado.

No entanto, o posto também é almejado pelo prefeito de São Paulo, João Doria, que venceu as prévias do PSDB no domingo e será o candidato oficial do partido ao governo do estado.

O PSDB fez parte da base aliada do governo e já ocupou quatro ministérios, mas hoje detém apenas o de Relações Exteriores, comandado pelo senador Aloysio Nunes Ferreira (SP), considerado da cota pessoal de Temer. 

Informações: G1 

Comentários

Outras notícias