Black Friday Ubannet

21/03/2017 às 07h57m

Após seis dias, professores da rede estadual suspendem greve em Pernambuco

Decisão foi tomada nesta segunda (20), após assembleia do sindicato da categoria. Aulas nas 94 escolas paralisadas em todo o estado são retomadas na terça (21).

Algumas das escolas estaduais tiveram funcionamento parcial durante a greve
Do G1 PE - Foto: Reprodução/TV Globo

Em Pernambuco, os professores da rede estadual decidiram suspender a greve iniciada na quarta-feira (15), durante o ato contra a reforma da Previdência. A decisão do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado de Pernambuco (Sintepe) foi tomada após reunião na tarde desta segunda-feira (20). Com isso, as 94 instituições estaduais de ensino do estado que estavam sem aulas voltam à normalidade a partir da terça-feira (21).

De acordo com o presidente do Sintepe, Fernando Melo, a mobilização local foi encerrada para aguardar a resposta do Governo de Pernambuco acerca das reivindicações apresentadas pela categoria, entre elas a defesa da lei do piso nacional do magistério, que seria de R$ 2.298,80 em 2017, o que representa um reajuste salarial de 7,64%. “O governo tem um prazo para responder à nossa pauta, entregue no dia 8 de março. Vamos aguardar um mês por essa resposta”, explica o sindicalista.

Ainda segundo Melo, a suspensão da greve busca acompanhar a movimentação das centrais sindicais em todo o país. “A mobilização do dia 15 de março foi avaliada positivamente e, a partir dessa análise, haverá uma nova organização para discutir coletivamente se será feita uma greve geral em abril”, comenta o presidente do Sintepe.

De acordo com a Secretaria Estadual de Educação, as escolas que estavam com as aulas suspensas correspondem a 9% das 1.049 instituições de ensino de todo o estado.

Comentários

Outras notícias