Black Friday Ubannet

12/03/2019 às 18h34m - Atualizado em 13/03/2019 às 11h56m

Polícia investiga morte de criança socorrida com indícios de violência

Ao tentarem reanimar a menina, os médicos notaram marcas e ferimentos no pescoço e no rosto

ambulancia

A Polícia Civil de Pernambuco instaurou inquérito para investigar a morte de uma menina de um ano e quatro meses que deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento de Peixinhos, em Olinda, na segunda-feira (11). A criança foi levada à unidade pela mãe, uma adolescente de 14 anos, e pelo padrasto, apresentando possíveis marcas de estrangulamento.

A equipe médica informou aos policiais que a criança já chegou morta ao hospital. Ao tentarem reanimar a menina, os médicos notaram marcas e ferimentos no pescoço e no rosto, próximo à boca da criança, além de um ferimento compatível com uma queimadura. O boletim de ocorrência foi registrado como morte a esclarecer.

O corpo foi levado ao Instituto de Medicina Legal (IML), no bairro de Santo Amaro, no Recife, e deve passar por uma perícia tanatoscópica que deve apontar a causa da morte. O laudo, que deve ficar pronto em até 24h, será entregue à equipe de policiais da delegacia do Varadouro, em Olinda. O delegado Felipe Monteiro, responsável pelas investigações, disse que só falará com a imprensa após a divulgação do resultado da perícia.

Até o momento, a Polícia Civil de Pernambuco não conseguiu contato com a família da criança. Os policiais foram à unidade de saúde após terem sido acionados por funcionários por volta das 20h, mas como a morte foi constatada por volta do meio dia, a família não estava mais no local e ainda não foi localizada. Parentes devem comparecer ao IML para fazer a liberação do corpo.

Comentários

Outras notícias