Black Friday Ubannet

09/03/2018 às 10h30m - Atualizado em 10/03/2018 às 06h44m

Três morrem em queda de helicóptero em Santa Catarina; tripulação foi sequestrada

Aeronave era usada em voos panorâmicos no Parque Beto Carrero World, em Penha, mas caiu em Joinville, a uma distância de 174 km; piloto havia feito alerta

santa_catarina-queda_de_helicoptero

A queda de um helicóptero na cidade de Joinville, no norte de Santa Catarina, matou três pessoas nesta quinta-feira. Uma quarta vítima, identificada como Daniel da Silva, 18 anos, foi resgatada com vida e está internada no Hospital São José com queimaduras no corpo.

As vítimas são o piloto Mário Franco Aguiar, 57 anos, o copiloto e um passageiro. De acordo com o 17º Batalhão da Polícia Militar, o helicóptero caiu próximo a várias casas, na Servidão Adenilda Roeder, no bairro Paranaguamirim, e pegou fogo. O acidente ocorreu em torno das 15h45. Nenhuma pessoa foi atingida em solo.

A linha de investigação da Polícia Civil é que a aeronave foi sequestrada. Sua rota normal seria a de passeios panorâmicos no Parque Beto Carreto World, de Penha, porém estava sobrevoando Joinville (a 174 km de distância).

De acordo com a PM, duas armas foram encontradas nos destroços — uma pistola e um revólver. Outras informações ratificam a hipótese. A queda foi próxima ao Presídio Regional de Joinville, o sobrevivente é detento do regime semiaberto e o piloto teria encaminhado um código alertando que a aeronave havia sido sequestrada.

O Beto Carrero publicou nota oficial confirmando que o helicóptero não fazia itinerário compatível com o serviço oferecido pelo parque. “Lamentamos a queda de uma aeronave pertencente à empresa Avalon Taxi Aéreo, que terceiriza o serviço de voos panorâmicos no Beto Carrero World. Segundo informações da Avalon Táxi Aéreo, a aeronave não estava operado nas rotas oferecidas de serviços pelo Parque.”

Comentários

Outras notícias