Black Friday Ubannet

07/03/2017 às 01h07m - Atualizado em 07/03/2017 às 07h51m

Acidente com micro-ônibus deixa feridos em Jaboatão dos Guararapes

Na descida de uma ladeira, na Rua Barreto de Menezes, um microônibus colidiu com um poste. Duas casas foram atingidas e dez pessoas ficaram feridas

O Corpo de Bombeiros foi acionado na tarde desta segunda-feira (6) para atender um acidente na Avenida Barreto de Menezes, no bairro de Marcos Freire, em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife. Um microônibus perdeu o controle e colidiu com um poste, por volta das 14h30, deixando dez pessoas feridas.

O acidente envolvendo o microônibus que fazia a linha Marcos Freire/ Barra de Jangada aconteceu na descida de uma ladeira. Foram enviadas três viaturas dos bombeiros para o local. Na colisão, duas casas foram atingidas, quando seguia no sentido Prazeres.

O proprietário de uma das residências atingidas pelo microônibus, Roberto Carlos Barbosa, falou sobre o acidente. "Eu ouvi um barulho muito forte e saí correndo de casa para ver o que tinha acontecido e me deparei com essa cena, o ônibus inclinado, quase virado, pessoas fora do carro, muito feridas", contou. "Um cena terrível", lamentou o morador. "A maioria dos acidentes que aconteceu aqui foi por conta de imprudência da (alta) velocidade)", denunciou a testemunha.

Os feridos

Apenas o cobrador do microônibus, Thiago Fragoso Mergulhão, de 28 anos, que não precisou ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros. Segundo Roberto Carlos, os feridos no acidente foram: Érica Cínthia dos Santos, de 36 anos, Evelyn Raíssa Monteiro, de 17 anos, Gilson Rodrigues do Nascimento, 51, Nilson Rodrigues do Nascimento, 54, Sandra Maria da Silva, 43 anos, Luci Gomes da Silva, de 65 anos, a ferida mais grave do local, Eliedija Thais Gomes da Silva, 19 anos, Priscila Secundino Rodrigues, de 25 anos, e Jordano Bruno da Silva Jacinto, de 29 anos, que era o condutor do veículo, teve ferimentos na testa e também nos membros inferiores, mas o estado de saúde dele é estável.

As vítimas foram atendidas no Hospital Dom Helder Câmara.

O irmão do motorista do microônibus, Jean Carlos da Silva, de 17 anos, o que deve ter motivado o acidente é que os motoristas tem um prazo de cinco minutos para fazer o trajeto do terminal até próximo ao local do acidente, por isso muitos deles trafegam em alta velocidade na via. "Eles têm que cumprir com a obrigação, senão é uma multa de R$ 5, cada minuto a mais que passa eles pagam uma taxa maior", revelou. "Tem muitos ônibus que rodam aqui irregular, com pneu careca, falta de freio, muita coisa fora do lugar e falta manutenção", denunciou o irmão da vítima.

Da Rádio Jornal

Comentários

Outras notícias