Black Friday Ubannet

23/02/2016 às 09h26m - Atualizado em 23/02/2016 às 09h39m

Dois homens presos em Camaragibe suspeitos de tentar assassinar taxista

Segundo a Polícia, o crime foi encomendado após um desentendimento seguido de luta corporal entre os taxistas na última terça-feira 16, em Camaragibe

Policiais civis da Delegada de Camaragibe, coordenados pela Delegada Carmem Lúcia Andrade, prenderam Alexandro Pedro Ramos, 21 anos, conhecido como Lego, quando se preparava para assassinar a tiros o taxista Francisco Silva. Ele teria sido contratado por outro taxista, José Marcelino Cipriano Cardoso, desafeto do primeiro e iria receber R$ 2 mil e um revólver como pagamento.

Segundo a Polícia, o crime foi encomendado após um desentendimento seguido de luta corporal entre os taxistas na última terça-feira 16, em Camaragibe, no Grande Recife. A briga ocorreu por conta de uma corrida que foi pega por Francisco, mas que seria de José Marcelino.

Segundo o delegado Joselito Kehrle, gestor da Diretoria Integrada Metropolitana, Marcelino confessou o crime, mas Alessandro negou. “Alessandro em depoimento disse que conhecia o taxista, mas que não foi contratado para assassinar Francisco e que ele teria pedido a arma dele emprestada para resolver um problema com um desafeto. Já, Marcelino disse ter adquirido a arma numa feira do troca e contratado Alessandro por R$1, 5 mil para matar Francisco”, explicou.

Alexandro foi preso mês passado por porte ilegal de arma e encaminhado ao Centro de Triagem (Cotel), em Abreu e Lima, mas foi liberado dias depois. Ele, também, é suspeito de ter assassinado uma pessoa em Camaragibe no ano passado. A investigação desse crime está na 10ª Delegacia de Homicídios.

Na delegacia, a vítima reconheceu José Marcelino e Alexandro. Segundo Francisco o último esteve na praça um dia antes do crime conversando com o mandante. Os dois foram autuados em flagrante por tentativa de homicídio e foram encaminhados ao Cotel.

Comentários

Outras notícias