Black Friday Ubannet

19/02/2017 às 07h46m

Alunos da rede municipal do Recife conquistam prêmios em torneio de robótica

Etapa regional do torneio de robótica First Lego League foi realizada em Paulista e contou com 23 times da Paraíba, Maranhão e Pernambuco

O FLL é considerado uma das maiores competições mundiais de robótica e envolve jovens de 9 a 16 anos

Duas equipes que fazem parte da Rede Municipal de Ensino do Recife conquistaram prêmios na etapa regional do torneio de robótica First Lego League (FLL). A competição, que se encerrou nesta sexta-feira (17), foi realizada no Sesi de Paulista e reuniu 23 times de escolas públicas e particulares de Pernambuco, Paraíba e Maranhão.

O time da Unidade de Tecnologia na Educação e Cidadania (Utec) Gregório Bezerra, localizada no bairro da Várzea, na Zona Oeste do Recife, venceu a categoria "Design do Robô". Nesta categoria, a equipe planeja, projeta e cosntrói o robô, utilizando peças Lego. "A gente realmente estava mais preparado para essa categoria. Passamos as férias treinando para fazer um robô robusto e eficiente. O principal aprendizado que tivemos na competição é que aprender é mais importante do que ganhar", avalia o estudante Ryan Vinícius Morais, campeão da Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR) de 2016 e um dos integrantes do time da Utec.

Já a Escola Municipal Almerinda Umbelino de Barros, do Vasco da Gama, na Zona Norte do Recife, levou o troféu na categoria "Core Values", que leva em conta valores como trabalho coletivo e espírito colaborativo entre os participantes do grupo. O aluno José Rodrigo de Souza, considerou muito importante a experiência obtida na competição. "Esse foi meu segundo torneio de robótica, depois da OBR no ano passado. Ficamos felizes pelo prêmio conquistado. A lição mais importante, para nós, foi aprender a trabalhar em equipe", observa.

De acordo com o diretor-executivo de Tecnologia na Educação do Recife, Francisco Luiz dos Santos, a participação dos estudantes da rede municipal foi o mais importante no evento. "Os grupos mostraram maturidade e participaram bem de um torneio de nível nacional. Nossa ideia é realizar um FLL municipal ainda este ano, para estimular a preparação dos alunos", afirmou.

Sobre o evento
O FLL é considerado uma das maiores competições mundiais de robótica e envolve jovens de 9 a 16 anos. Nos dois dias do torneio, os 240 jovens envolvidos na etapa regional de Pernambuco apresentaram um projeto de pesquisa e um robô. Na temática proposta, pessoas e bichos deveriam se aliar na missão de fazer a vida melhor para todos. Os participantes tinham que identificar problemas de cooperação entre seres humanos e animais, além de desenvolver soluções inovadoras para facilitar o dia a dia dos dois lados. O objetivo do FLL foi desenvolver nos jovens o interesse pela ciência e tecnologia. No Brasil, o torneio ocorre em outros dez estados, envolvendo 1.200 times e 12 mil competidores. A competição ainda acontece em mais de 80 países, onde participam uma média de 230 mil jovens e adolescentes.

Do JC Online
Foto: Antônio Tenório/PCR

Comentários

Outras notícias