Black Friday Ubannet

12/02/2015 às 16h05m - Atualizado em 12/02/2015 às 16h20m

Garis lavam as ladeiras de Olinda no ritmo do frevo

Vassouras foram tirando a sujeira das ladeiras para deixa-las pronta para cerca de 3 milhões de foliões

Ao som do frevo, vassouras, contentores e pulverizadores foram tirando a sujeira da rua

O Carnaval de Olinda já começou há algum tempo, mas a data oficial de abertura é nesta quinta-feira (12). Oito mil litros de água escorreram pelas ladeiras da Cidade Alta e pelas mãos de 120 funcionários da limpeza urbana, os ladrilhos de Olinda ficaram brilhando. Teve início às 7h, a tradicional lavagem das ladeiras do Sítio Histórico. Ao som do frevo, vassouras, contentores e pulverizadores foram tirando a sujeira das ladeiras. Os varredores do Alto da Sé caíram no frevo e deixaram o calçamento com perfume de eucalipto.

A lavagem das ladeiras já é tradicional e marca o início do carnaval da Cidade Alta. "Esse momento representa o pontapé da ação de limpeza urbana para o carnaval de Olinda", ressaltou o secretário de Serviços Públicos de Olinda, Manoel Sátiro.

A faxina vai deixar o local pronto para a folia de sexta até a Terça-Feira Gorda (16). Durante os cinco dias, devem trabalhar 400 garis diariamente no Sítio Histórico, além de outros 250 trabalhadores para o restante da cidade fazendo a limpeza entre 0h e 7h, horário em que a Cidade Alta está mais parada. Também para a limpeza, serão utilizados por dia 8 carros pipa, que suportam 8 mil litros de água cada, além de 16 caminhões carregadores para a remoção de lixo.

Nesta manhã, a concentração da equipe de limpeza ocorreu no Mercado da Ribeira e se seguiu até a frente da Prefeitura de Olinda e a dispersão aconteceu na Rua 15 de novembro. Na ocasião, foram utilizados 200 litros de concentrado de eucalipto, e um caminhão pipa.

A previsão da prefeitura é que Olinda receba cerca de 3 milhões de turistas, 500 mil a mais que no ano passado. Para servir ao folião, 230 banheiros químicos estarão espalhados pela Ribeira, Carmo, Varadouro, Amparo, Alto da Sé e outras localidades.


Do JC Online
Foto: Hélia Scheppa/JC Imagem

Comentários

Outras notícias