Black Friday Ubannet

09/02/2018 às 09h22m - Atualizado em 09/02/2018 às 18h17m

Ministério Público Federal em Pernambuco arquiva investigação sobre o deputado federal Marinaldo Rosendo

Na decisão de arquivamento, a procuradora da República considerou que as falhas foram meros erros de gestão administrativa, mas não chegavam a caracterizar ato de improbidade.

marinaldo_rosendo

Ministério Público Federal (MPF) em Pernambuco arquivou um inquérito que apurava irregularidades no transporte escolar, com verbas federais repassadas em 2009, envolvendo o nome do deputado federal Marinaldo Rosendo (PP), por atos da sua gestão quando prefeito de Timbaúba.

 Ministério Público de Pernambuco processa ex-prefeito de Timbaúba

Na decisão de arquivamento, a procuradora da República considerou que as falhas foram meros erros de gestão administrativa, mas não chegavam a caracterizar ato de improbidade.

“Os fatos acima listados, como afirmado, indicam muito mais problemas administrativos (não formalização de contratos), mas não se está diante de notícia de locupletamento/desvio/desperdício destes recursos. Não houve a imputação de eventual fraude/conluio na contratação analisada a indicar ajuste de preços no intuito de se locupletar da verba porventura excedente de mercado”, destacou a procuradora Maria Marília Oliveira Calado, do MPF em Pernambuco.

Leia também:

marinaldo_rosendo-eduardo_da_fonte-ciro_nogueira

Marinaldo foi recebido pela cúpula do Partido Progressista (PP), o presidente da legenda em Pernambuco, o deputado federal Eduardo da Fonte (PP-PE), o senador Ciro Nogueira (PP-PI) e o deputado federal Arthur Lira (PP-AL).

Depois de ter recebido mais de 97 mil votos nas últimas eleições para deputado federal, Marinaldo quer se reeleger neste ano pelo PP.

O PP pretende aumentar o número de deputados federais e estaduais nas eleições de outubro.

O deputado Eduardo da Fonte, por exemplo, está “assustando” a concorrência na montagem de sua chapa de deputados estaduais.

Vozes, nos bastidores, ousam dizer que o PP pode ficar com a maior bancada na Alepe nas eleições de 2018, barrando o PSB, atual maior legenda da Casa.

Comentários

Outras notícias