Black Friday Ubannet

09/02/2017 às 04h29m

Maior ladrão de bancos do Brasil morava em apartamento de luxo na orla de Boa Viagem

Polícia foi até local após denúncia e constatou que Paulo Donizete, um dos maiores assaltantes a banco do País, morava há quatro meses no local

Polícia encontrou cédulas recortadas e moedas dentro de imóvel onde assaltante morava

Um dos maiores assaltantes de banco em atividade no País, preso nessa terça (7), na Zona Sul do Recife, estava morando em um prédio de luxo na Avenida Boa Viagem. Nesta quarta, policiais militares do 19º Batalhão receberam informação de que Paulo Donizeti Siqueira de Souza, 52 anos, residia no Parque do Mar Residence e constataram a denúncia. Segundo o policial, Paulo tinha alugado o apartamento há quatro meses.

"Depois da prisão dele, sua esposa foi até o apartamento e saiu carregando duas sacolas, depois voltou e pegou mais uma. Deixou apenas um saco de dinheiro picotado, provavelmente cédulas cortadas por máquinas de prevenção a roubo de caixas eletrônicos", informa o subcomandante do batalhão, major Paulo Matos.

O material apreendido foi encaminhado à Delegacia de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Depatri), onde também é investigada a participação do grupo na explosão de dois bancos em Porto de Galinhas na sexta passada.

Paulo (que tem mandados de prisão expedidos pela Justiça de São Paulo e do Paraná) foi preso durante abordagem da Polícia Rodoviária Federal (PRF), na Rua Ernesto de Paula Santos, no bairro de Boa Viagem, Zona Sul do Recife,junto com Alisson Breno Pereira de Lima, 25 anos, fugitivo da Penitenciária de Alcaçuz, no Rio Grande do Norte, e Paulo César Diógenes Targino Júnior, 27, também do Rio Grande do Norte.

Abordadem
Segundo informações repassadas pela polícia, os três homens estavam em dois veículos, um Corola e uma Hillux, no momento em que foram parados. Todos são assaltantes especializados em assaltos a bancos. E tinham um arsenal: dois fuzis AK-47, de fabricação russa e largamente utilizado no Oriente Médio, uma pistola e 528 munições. Também estavam com um capacete com protetor auricular, provavelmente usado durante explosões a bancos.

Do JC Oline

Comentários

Outras notícias