Black Friday Ubannet

03/02/2019 às 11h29m - Atualizado em 03/02/2019 às 13h00m

Taxista é baleado e morre dentro do carro no Recife

Crime aconteceu na tarde deste sábado e chamou a atenção dos moradores do bairro da Zona Sul do Recife. Corpo foi levado para o IML

taxista_assassinado_no_jorao

O taxista Luiz Joaquim de Lima filho, 32 anos, foi assassinado a tiros na tarde deste sábado (2), no bairro do Jordão Alto, Zona Sul do Recife. Segundo a polícia, a vítima foi atingida por pelo menos dois disparos e morreu ainda ao volante do carro, que subiu a calçada da Escola Estadual Eneida Rabelo. O crime aconteceu por volta das 16h30 e chamou a atenção dos moradores da localidade. À polícia, familiares afirmaram que a vítima não tinha envolvimento com drogas.

Policiais militares do 19º Batalhão foram acionados para fazer o isolamento da área. As primeiras informações indicam que Joaquim de Lima seria morador do bairro de Prazeres, em Jaboatão dos Guararapes, e que, além de taxista, ele também seria comerciante. Ainda segundo a polícia, o taxímetro do veículo estaria ligado quando o corpo foi localizado, o que indica que o motorista tenha pego uma corrida até o local onde foi assassinado.

Após a perícia realizada pelo Instituto de Criminalística (IC), o corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML), no bairro de Santo Amaro, no Recife. Uma equipe da Força-tarefa de homicídios da Polícia Civil esteve no local para iniciar as investigações. A placa do táxi no qual Joaquim foi morto é da cidade de Jaboatão dos Guararapes. A autoria e a motivação do crime ainda são desconhecidas pela polícia.

De acordo com o delegado Adyr Almeida, os tiros foram disparados contra a vítima por alguém que estava fora do veículo. “A perícia está trabalhando e junto com a investigação vamos tentar chegar o mais rápido possível aos autores do crime. Nada foi levado, mas a hipótese de latrocínio ainda não está descartada. Se ele estava com algum cliente no momento do crime essa pessoa vai ser fundamental para elucidar o crime. De acordo com a família, a vítima nunca foi presa nem tinha envolvimento com atividades ilícitas”, declarou o delegado.

Com informações da TV Clube Record.

 

Comentários

Outras notícias