Black Friday Ubannet

01/02/2019 às 02h28m - Atualizado em 01/02/2019 às 09h13m

Padre é afastado da igreja suspeito de assédio sexual contra menor

De acordo com o Conselho Tutelar, o adolescente era coroinha da igreja. A mãe, o irmão e o pai da vítima realizaram a denúncia

estupro-adolescente_1

Um padre que atua em Maceió, foi afastado das atividades paroquiais por suspeita de assédio sexual  e tentativa de aliciamento contra um adolescente de 15 anos. A denúncia partiu dos pais da vítima, que frequentam a paróquia, e chegou até o Conselho Tutelar da Região II.

O caso foi parar na Delegacia de Crimes Contra a Criança e Adolescente, sob a coordenação da delegada Adriana Gusmão. De acordo com o Conselho Tutelar da região, a denúncia chegou à entidade no dia 4 de janeiro e o crime teria ocorrido em novembro de 2018.

Ainda conforme o Conselho Tutelar, o adolescente era coroinha da igreja. A mãe, o irmão e o pai dele realizaram a denúncia. 

A Arquidiocese de Maceió, por meio de assessoria, informou que o padre foi afastado assim que igreja tomou conhecimento do fato, mas não informou a data da medida. “Ele está afastado das funções pastorais por questão de cautela até que as investigações sejam concluídas.  A Arquidiocese de Maceió está tomando providências canônicas em relação ao caso. E aguarda o posicionamento da justiça”.

De acordo com a assessoria da Arquidiocese, uma das providências é o afastamento. A outra é a vinda do superior do padre acusado, que já está em Alagoas para acompanhar o caso. Entretanto, a assessoria não quis informar que superior é este e de qual estado ele é. Também não informou desde quando o superior está em Alagoas.

Do OP9

Comentários

Outras notícias