Black Friday Ubannet

31/01/2017 às 12h21m - Atualizado em 31/01/2017 às 12h29m

Nova fase da Operação Turbulência, Polícia Federal investiga compra de avião de Eduardo

De acordo com a Polícia Federal, há suspeitas sobre valores transferidos para comprar o avião. 30 policiais federais estão cumprindo 10 ordens judiciais no estado

A Polícia Federal em Pernambuco deflagrou na manhã desta terça-feira (31) a Operação Vórtex, um desmembramento da Operação Turbulência, que investiga um esquema de corrupção envolvendo o ex- governador Eduardo Campos (PSB) morto em um acidente aéreo em 2014. De acordo com a Polícia Federal, foi constatado que os valores transferidos por uma das empresas investigadas na compra do avião Cessna, onde o ex-governador se locomovia, tinham sido repassados dois dias antes por uma terceira empresa, que ainda não tinha sido investigada.

Após a investigação, a Polícia Federal verificou que a empresa possui contratos milionários com o Governo do Estado de Pernambuco e que as doações a campanhas políticas aumentaram ao longo dos últimos anos, principalmente para o PSB e candidatos apoiados pelo ex-governador.

DESDOBRAMENTO
Nesta fase da investigação, 30 policiais federais estão cumprindo 10 ordens judiciais, sendo 6 de busca e apreensão (4 no bairro de Boa viagem, 1 no Pina e 1 em Jaboatão dos Guararapes) e outros 4 mandados de condução coercitiva (todos no bairro de Boa Viagem).

Os eventuais crimes que estão sendo investigados são os de corrupção, direcionamento de licitação e lavagem dinheiro.No jargão aeronáutico, Vórtex é o nome dado ao movimento de massas de ar em formato de redemoinho ou ciclone que geralmente precede a turbulência.

Da Rádio Jornal

Comentários

Outras notícias