29/01/2016 às 09h47m - Atualizado em 29/01/2016 às 10h00m

Índice de acidentes com moto cai 7% em Pernambuco

Apesar da diminuição, ainda é grande o número de vítimas.

O número de pacientes atendidos por acidentes de motocicletas, no Hospital da Restauração, no Derby, área central do Recife, caiu. Em 2015, foram 3588 pessoas tratadas por conta deste tipo de ocorrência, um decréscimo de 7% e relação ao ano anterior, que foi de 3.850. Os dados, divulgados pelo Comitê Estadual de Prevenção aos Acidentes com Motos (Cepam) , afirmam que a maioria dos casos envolve homens entre 17 e 30 anos.

Ainda segundo o grupo, 60% das vítimas estavam em momento de lazer, 56% haviam ingerido bebidas alcoólicas e 75% não tinham a carteira de habilitação. “A diminuição ocorreu por causa da regulamentação das cinquentinhas e do aumento da fiscalização no último trimestre”, explicou o coordenador do Cepam, sobre os motivos da queda nos números.

Apesar da diminuição, ainda é grande o número de vítimas. Neste mês de janeiro, metade dos leitos do Hospital da Restauração estão ocupados e 90% dos setores de traumatologia da unidade, do Hospital Getulio Vargas e do Oswaldo de Freitas estão sendo utilizados por pacientes envolvendo o veículo. “A última pesquisa da Secretaria Estadual de Saúde informou que nós gastamos R$ 600 milhões em Pernambuco com acidentes de moto”, contou.

Na tentativa de melhorar a situação, representantes da montadora responsável por 92% das motocicletas em circulação no Nordeste irão oferecer cursos de pilotagem gratuitos em todas as regiões do estado.“Nós efetuamos os treinamentos teóricos e práticos, onde nós damos as orientações de como se deve fazer, quando o usuário adquirir a motocicleta, como ele deve se comportar no trânsito”, disse o coordenador do projeto Moto Amiga, Marcelo Sadi.


Da TV Jornal

Comentários

Outras notícias