29/01/2016 às 11h17m - Atualizado em 29/01/2016 às 11h24m

Governo de PE não repassa verba de medicamento e prejudica paciente

Moisés Miranda é portador de diabetes e sofre com a falta de medicamentos. Ele conseguiu o direito na justiça, mas o governo estadual não repassou a verba cedida pelo Ministério da Saúde.

Agravamento da doença e três dedos amputados. Estas foram as consequências sofridas pelo portador de diabetes Moisés Miranda de Oliveira. Ele, assim como milhares de pacientes que têm a doença em Pernambuco, sofre com a falta de um medicamento essencial para o controle da glicemia, a insulina do tipo Lantus. Marcos entrou na Justiça e conseguiu o direito, mas encarou outro problema: o governo estadual não repassou a verba cedida pelo Ministério da Saúde.

“Eles (governo federal) questionaram se eu estava recebendo a Lantus e quando eu neguei, me disseram que desde o dia 3 de novembro de 2015 foi depositado pela União R$3.658 para a Secretaria Estadual de Saúde comprar a minha medicação durante um ano, até resolver o problema do Estado. O engraçado é que eu não recebi nem o dinheiro, nem o medicamento, tão pouco alguma informação”, relata Moisés.

Procurados por nossa equipe de reportagem, o Ministério confirmou o repasse da verba. A Secretaria de Saúde também afirmou o recebimento do dinheiro, mas se desculpou no atraso da compra do medicamento alegando que ainda não foi notificada sobre o destino do recurso.

Comentários

Outras notícias