GB Bateiras

29/01/2016 às 13h08m - Atualizado em 29/01/2016 às 13h29m

Case Timbaúba recebe primeira visita do projeto "Gestão Itinerante"

O prefeito Júnior Rodrigues, e secretários, também foram convocados para o encontro e demonstram apoio ao projeto

Comitiva da SDSCJ irá às 23 unidades da Funase, a fim de aproximar corpo técnico, socioeducadores e socioeducandos. (Foto: Pedro Luiz /SDSCJ)

Nesta quinta-feira (28), acompanhado de diretores e técnicos da Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ) e da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase), o secretário Isaltino Nascimento esteve no Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) do município de Timbaúba – Zona da Mata Norte – na primeira visita da Gestão Itinerante, que tem o prosósito de aproximar o corpo técnico, socioeducadores e socioeducandos, com o objetivo de potencializar as resoluções referentes ao funcionamento das casas, em todos os aspectos.

“Nossa secretaria é objeto da construção de indicadores de dados de Pernambuco, onde são definidos padrões de resultados. Teremos metas a cumprir e nosso desempenho será analisado pelo governador Paulo Câmara. Nossa proposta é reestruturar e equipar nossas unidades da Funase, trazer programa de qualificação profissional permanente. Queremos que a Funase seja um modelo no Brasil”, disse o secretário, ao destacar que a SDSCJ foi contemplada com um impréstimo do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e que será a fonte de recursos para as medidas.

Também fizeram parte da comitiva, o diretor-presidente da Funase, Moacir Carneiro Leão Filho; o secretário Executivo de Gestão, Bruno José Coelho; o chefe de gabinete da SDSCJ, Gilvan Rufino; além de assessores e técnicos de setores da Fundação, que foram ciceroneados pelo coordenador-geral da Casa, Jaime Santos. “Nossa responsabilidade aumenta quando estamos à frente de um trabalho como este. Agradeço à confiança depositada e às equipes que colaboram com a realização das nossas tarefas. Estamos aqui porque acreditamos no sonho de tornar possível aquilo ao que nos propomos”, ressaltou Jaime.

De acordo com o Executivo de Gestão da SDSCJ, Bruno Coelho, as visitas também servirão para que haja mais diálogos sobre as prioridades que precisam ser resolvidas de acordo com a realidade de cada unidade. “Apesar de estarmos em um momento de contigenciamento, necessário, estamos à disposição para alcançarmos e solucionarmos o maior número de demandas dentro de nossa realidade. Isso se torna possível com aproximação e diálogo”, completou.

Parceria – O prefeito da cidade de Timbaúba, Júnior Rodrigues, e o seu corpo de secretários, também foram convocados para o encontro e demonstrou o seu apoio ao projeto, com o qual colaborou desde o início. “Para o Case ser instalado aqui na cidade, convoquei a população para dar entendimento ao projeto, por entender que, enquanto gestor, tenho o dever de ser solidário às causas sociais”.

O Case Timbaúba conta com 85 jovens em regime de internação. As instalações físicas da unidade atendem por completo às exigências do Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase). Sobre a contribuição do município com o funcionamento da Casa, o presidente da Funase reiterou: “Quando um município 'abraça' a Funase, a sociedade também aceita e entende que ressocializar é um trabalho de todos. Por isso, também agradecemos à parceria da Prefeitura, que trabalha por essa integração conosco.”

Com cerca de 55 mil habitantes, de acordo com a Secretaria de Saúde do Estado, o município de Timbaúba foi habilitado na Política Nacional de Atenção à Saúde Integral do Adolescente em Conflito com a Lei – o qual recebe incentivo financeiro para ser utilizado nas ações de promoção, prevenção e reabilitação de adolescentes.

A despeito de projetos futuros para a Funase, o secretário Isaltino Nascimento também informou que aguarda a liberação de recursos do BID para implantação do Programa PE no Batente Funase - de qualificação e formação profissionais, levando em consideração as especificidades laborais de cada região, com o intuito de inserir os jovens socioeducandos e egressos no mercado de trabalho.


Timbaúba Agora com informações da Assessoria de Comunicação da SDSCJ

Comentários

Outras notícias