Black Friday Ubannet

28/01/2014 às 22h04m

Nazaré da Mata: Mais uma Granada de morteiro é entregue à Polícia Militar

Segundo o proprietário, a granada de morteiro estaria guardado há cerca de 30 anos em sua residência.

Um artefato explosivo foi entregue na tarde dessa segunda-feira (27) em Nazaré da Mata, na Zona da Mata Norte do Estado. Trata-se de uma granada de morteiro que, segundo o proprietário, estaria guardado há cerca de 30 anos em sua residência.

O tenente Joab Araújo, da reserva de material bélico do 2º batalhão da Polícia Militar, informou que o artefato não fornecia grande risco, tendo em vista que estava sem o detonador. Ainda assim, o material poderia ter explodido, caso fosse revirado. "O artefato foi entregue ontem à tarde a uma viatura que foi até a rua do cidadão. O morteiro, segundo a pessoa que o mantinha, estava há cerca de 30 anos com a família, na residência. Como ele viu reportagens sobre o assunto, achou melhor entregar. Neste caso ele não explodiu porque estava sem o detonador, mas poderia ter explodido se alguém fosse mexer nele".

Após ser recebido pela Polícia Federal, na tarde desta terça-feira (28), a granada de morteiro morteiro será encaminhado ao Exército, reponsável pela análise do material e pela detonação, a ser realizada em Aldeia. A iniciativa faz parte da Campanha Nacional da Desarmamento, que prevê destruição de artefatos desse tipo, bem como armas industrializadas, a exemplo de revólvers e pistolas.

Pode-se tanto solicitar a busca do material quanto entregá-lo em postos específicos. Em Nazaré da Mata, o contato com a central do 2º Batalhão pode ser feito pelo telefone (81) 3633.4960. Além do posto, situado no 2º Batalhão, há uma equipe volante, que percorre cidades fazendo o procedimento. Após a entrega, o dono do material (exceto munições, como no caso de granadas de morteiro), recebe uma indenização que varia de R$ 150 a R$ 400 reais.

Com informações do NE10

Comentários

Outras notícias