Black Friday Ubannet

25/01/2014 às 22h43m - Atualizado em 27/01/2014 às 14h18m

Morre Bruno Maranhão, um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores (PT)

O velório será realizado às 8h deste domingo (26) no cemitério Morada da Paz, em Paulista.

O engenheiro mecânico Bruno Maranhão, um dos fundadores do PT, faleceu às 16h52 deste sábado (25), aos 72 anos, devido a falência múltipla de órgãos. Ele havia sido internado no Hospital Memorial São José, área central do Recife há aproximadamente duas semanas. O velório será realizado às 8h deste domingo (26) no cemitério Morada da Paz, em Paulista. A cremação do corpo está marcada para as 11h do mesmo dia.

O quadro de insuficiência hepática do militante de esquerda Bruno Maranhão se agravou na tarde desta quinta-feira (23), sendo considerado irreversível. A falência de órgãos havia sido decretada no fígado, rins e pulmão.

Desde 2011, no entanto, Maranhão apresentava problemas de saúde. No mesmo ano, ele foi submetido a duas cirurgias para conter a lesão de uma isquemia e uma trombose cerebral, tendo afetado o lado esquerdo do cérebro. Na mesma época, ele ficou em coma induzido.

Bruno Maranhão já foi líder estudantil e exilado político, além de ter sido membro da Executiva nacional do PT. Ele ainda é conhecido como um dos líderes do Movimento de Libertação dos Sem Terra, organização nascida de uma dissidência no Movimento dos Sem-Terra (MST).

Em junho de 2006, o militante promoveu uma invasão junto ao Movimento de que fazia parte nas dependências do Congresso Nacional. Após o ato, que o tornou conhecido, ele chegou a ficar preso por 39 dias no Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília.

Com informações do NE10

Comentários

Outras notícias