Black Friday Ubannet

21/01/2014 às 22h17m - Atualizado em 31/10/2017 às 08h59m

Timbaúba: Secretaria Estadual de Meio Ambiente realiza reunião para apresentar propostas de criação de três reservas florestais na região

Além de Timbaúba, os municípios de Macaparana e São Vicente Férrer, devem ser contemplados com a proteção de mais de 33 mil hectares de Mata Atlântica.

Atendendo à solicitação do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Goiana (COBH Goiana), a Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Estado (Semas) apresenta nesta quarta-feira (22), às 9h, em reunião da entidade no município de Timbaúba, as propostas de criação de três reservas florestais na região da Mata Norte. Totalizando cerca de 33 mil hectares, essas áreas de Mata Atlântica envolvem, além de Timbaúba, também São Vicente Ferrer e Macaparana.

“Estamos cumprido a meta de chegar a 81 reservas florestais em 2014, duplicando as áreas protegidas de Mata Atlântica e Caatinga, e aplicando os recursos recordes de compensação ambiental, mais de R$ 218 milhões, que captamos em 2013”, comemora o secretário estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Sérgio Xavier.

Localizadas na Serra do Mascarenhas e do Jundiá, as áreas deverão se enquadrar em duas categorias de Unidade de Conservação (UC); uma como Área de Proteção Ambiental, a APA Serra do Mascarenhas; e mais duas que serão englobadas em um mesmo conjunto, enquadradas como Refúgio de Vida Silvestre: a Mata de Siriji (630 hectares) e a Mata Água Azul (3,8 mil hectares).

Segundo os técnicos da Semas, a ideia é que este conjunto de áreas protegidas forme no futuro um mosaico de UC’s com gestão integrada, motivando os municípios da região a adotarem medidas de proteção para os remanescentes florestais ainda existentes no território. Como parte do processo de formalização de UCs, as propostas ainda serão submetidas a audiências públicas nos municípios envolvidos, e também ao Conselho Estadual de Meio Ambiente, em reunião no dia 14 de fevereiro.

As três reservas florestais da Mata Norte vão se somar a outras seis estaduais, que estão para ser criadas ainda este ano: três na região de Suape (Mata Atlântica); o Parque dos Naufrágios, na região metropolitana do Recife (bioma marinho); a Serra do Cachorro, no Agreste Central, em parte dos municípios de São Caetano, Tacaimbó e Brejo da Madre de Deus (Caatinga); e a Serra do Areal, em Petrolina (Caatinga). Atualmente o Estado dispõe de 71 unidades de conservação de Mata Atlântica e Caatinga.

Reginaldo Silva/Timbaúba Agora

Com informações da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SEMAS)

Fotos: Timbaúba Agora

Comentários

Outras notícias