20/01/2015 às 07h58m - Atualizado em 20/01/2015 às 08h04m

Ganhe o Mundo embarca primeiros alunos em 2015

Uma experiência única em termos de política pública no Brasil e capaz de transformar o destino de um jovem com poucas oportunidades

A catadora de lixo Edileuza da Silva Trajano, 38 anos, não cabia em si de tanta felicidade. Ela juntou o marido, que tem a mesma profissão, e cinco dos seus seis filhos para acompanhar o embarque de de Stella, a mais jovens entre as mulheres, que, aos 17 anos, seguiu para fazer intercâmbio em Minnesota, seguiu para fazer intercâmbio em Minnesota, nos Estados Unidos.

foto1O sonho de Edileuza só foi possível graças ao programa Ganhe o Mundo, do Governo de Pernambuco, que embarcou sua primeira turma de 2015 neste domingo (18). O governador Paulo Câmara fez questão de acompanhar a despedida dos jovens no Aeroporto Internacional do Recife, reforçando o compromisso de manter e ampliar a iniciativa criada no Governo Eduardo Campos, que é pioneira no Brasil.“Eu nunca teria condições de proporcionar uma experiência dessas para Stella”, comemorou Edileuza, com os olhos marejados. Ainda sem acreditar no que estava vivendo, a estudante disse ter certeza que muitas portas irão se abrir para ela após a temporada fora. “A realidade da minha família vai mudar; a vontade de melhorar é muito grande”, pontuou Stella, que passará seis meses no exterior.foto2

Paulo Câmara elogiou o empenho dos 18 jovens selecionados pelo programa. “Eles estão aqui por mérito próprio e isso prova que, com dedicação, é possível vencer obstáculos e alcançar objetivos. Além de oferecer novas perspectivas no campo profissional, o intercâmbio amplia a visão de mundo do jovem, que muitas vezes nunca teve a oportunidade de sair da sua cidade”, ressaltou o governador, que estava acompanhado da primeira-dama do Estado, Ana Luíza Câmara, e da filha Clara.

Aos colegas que ainda estão concorrendo a uma vaga, Renata Soares, 17, reiterando as palavras do governador, argumentou que nada na vida é fácil e que os amigos precisam se empenhar para assegurar um espaço nas próximas viagens. "Com empenho e muito esforço a gente sempre chega lá”, disse a jovem. João Paulo Lopes, 17, lembrou a responsabilidade de representar Pernambuco.foto3 “Temos que chegar lá fora e fazer a diferença, mostrando nosso potencial e multiplicando a cultura pernambucana.”

NOVOS EMBARQUES – Uma experiência única em termos de política pública no Brasil e capaz de transformar o destino de um jovem com poucas oportunidades. Essa é a definição do Ganhe o Mundo, que foi criado em 2011 e já proporcionou o intercâmbio de mais de 3.400 jovens pernambucanos. Dois novos grupos com destino ao Canadá e Nova Zelândia embarcam ainda este mês. Em 2015, serão 1.400 estudantes beneficiados pelo programa - esses alunos também seguirão para Austrália, Espanha, Chile, Argentina, Uruguai e Panamá.

De acordo com o secretário estadual de Educação, Fred Amâncio, o programa teve uma atuação muito maior do que a expectativa inicial, pois aumentou a autoestima de cidades inteiras. “Todos têmfoto4 orgulho de ter um conterrâneo embarcando pelo Ganhe o Mundo. Esses pernambucanos, que hoje partem para os Estados Unidos, servem de inspiração para todo o município”, completou Fred, pontuando que o aluno selecionado pelo programa não tem nenhuma despesa com a viagem. “O projeto garante a matrícula em uma escola de Ensino Médio, plano de saúde, hospedagem em casa de família e uma bolsa de no valor de R$ 716”, detalhou.

Comentários

Outras notícias