Black Friday Ubannet

18/01/2017 às 11h26m - Atualizado em 18/01/2017 às 11h54m

Em Pernambuco, intoxicação e acidentes com animais peçonhentos aumentaram 50% em 2016

Entre os acidentes com animais peçonhentos, a maioria aconteceu com escorpiões, 62,1% do total.

De acordo com o Centro de Assistência Toxicológica de Pernambuco (Ceatox-PE), os casos de intoxicação e acidentes com animais peçonhentos em 2016 tiveram um aumento de 50% em relação a 2015. Com base no levantamento, no ano passado ocorreram 2.211 chamados para intoxicações e 1.898 para acidentes com animais, totalizando 4.109 atendimentos. Já em 2015, foram registrados 2735 casos, sendo 1522 de intoxicação e 1.213 de acidentes com animais.

Entre os acidentes com animais peçonhentos, a maioria aconteceu com escorpiões. Dos 1.898 atendimentos, 1.179 foram por causa da picada do aracnídeo, o que representa 62,1% do total. Para este tipo de ocorrência, a orientação do Ceatox é que crianças de até 12 anos sejam levadas, imediatamente, a uma unidade de saúde que tenha o soro para escorpião. Os adultos podem ser atendidos em qualquer unidade, apenas para tratar a dor local.

Na sequência, são as serpentes as responsáveis por elevar o número de casos com animais. Foram 424 casos de picadas, represantando 22,4% do total. Nestes casos, a vítima pode lavar o local apenas com água e sabão e depois seguir para uma emergência. O Ceatox alerta que não é indicado fazer torniquete, tomar algum remédio ou colocar álcool e querosene na área.

No caso das intoxicações, a ingestão de medicamentos ocupa o primeiro lugar do ranking, com 45% da 2.211 ocorrências. Em seguida, está a intoxicação por agrotóxico agrícola utilizado clandestinamente como raticida (chumbinho), com 355 casos (16%).

Óbitos

Dos atendimentos realizados pelo Ceatox, 83 pacientes vieram a óbito. O número é 62% maior que em 2016, com 51 mortes. A maioria das ocorrências foi por agrotóxico agrícola (chumbinho): 49 casos. Em seguida, as mortes por medicamento e serpente, com 10 casos cada.

Serviço

Todo atendimento do Ceatox é feito pelo 0800.722.6001, que funciona 24 horas por dia, de segunda a domingo. Na Região Metropolitana do Recife, o soro para escorpião, que é indicado para crianças de até 12 anos, está disponível no Hospital da Restauração, Hospital e Policlínica Jaboatão-Prazeres e o Hospital João Murilo.

No interior, o soro pode ser encontrado nos hospitais regionais de Limoeiro, Palmares, Caruaru, Garanhuns, Arcoverde, Afogados da Ingazeira, Serra Talhada, Salgueiro, Ouricuri e Petrolina. O tratamento para adultos pode ser feito em postos de saúde ou UPAs.

Comentários

Outras notícias