14/01/2015 às 23h50m - Atualizado em 15/01/2015 às 11h46m

Timbaúba: Internos realizam rebelião na Funase, mais de 30 fugiram

De acordo com informações, 11 foram capturados. Antes do motim se agravar, a Polícia Militar foi dispensada pelo coordenador de segurança do local.

Os internos da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) de Timbaúba, que fica localizada na Almirante Barroso, Bairro de Três Cocos, realizaram uma rebelião nesta quarta-feira (14). O motim teve início por volta das 17 horas. Os meninos inicialmente fizeram um "bate-grade", uma forma de reivindicação comum na unidade. Em seguida eles tocaram fogo em alguns colchões, quebraram grades das celas e vários conseguiram fugir do local.

De acordo com informações iniciais, mais de 30 internos conseguiram fugir e estão sendo procurados pela polícia. Até o momento 11 foram capturados pela Polícia Militar que pediu reforço através do Capitão Flavio Duarte de toda a 2ª CPM. Apenas cinco meses após ser entregue, a unidade já conta com uma fuga em massa no currículo.

De acordo com a polícia, antes de o tumulto iniciar o efetivo policial foi solicitado e seguiu para o local. Inicialmente a diretora do CASE, Mayara Brandão de Albuquerque, relatou que os menores estavam batendo nas grades da cela e ainda disse ao efetivo que não era necessário a entrada, porém pediu que aguardassem alguns minutos. A rebelião aumentou e o coordenador de segurança José Roberto foi chamado para tentar conversar com os internos, mas não adiantou nada e eles continuaram o tumulto e passaram também a quebrar objetos.

Escute o Sargento Moisés falando sobre a rebelião:

Mediante a isso, a polícia iria entrar em ação e tentar impedir o motim, mas o Sr. José Roberto impediu que isso fosse realizado dispensando os policiais militares do local. Com isso o efetivo se deslocou para parte externa da Case e momentos depois a diretora relatou que estava tudo controlado. Os menores infratores começaram a tocar fogo em colchões e fugiram pulando o muro que fica do lado do cemitério dando inicio a uma fuga em massa.

Por volta das 18h30, foram capturados logo assim que fugiram L.A.F.F., H.J.T.S. e L.S.S., os três de 17 anos. Eles foram encontrados nas proximidades da CASE. No Sitio Santiago foram encontrados por volta das 22h30, M.P.F.S., 16 anos, e J.F.A., 17. Também no mesmo local foram apreendidos mais dois, V.E.S.L., de 17 anos, e A.R.S.L. 16. Até o momento esses foram os capturados que foram divulgados.

Em menos de um mês, esta é a segunda fuga em massa de unidades de atendimento socioeducativo. No final de dezembro, 31 jovens adolescentes fugiram da Funase de pacas, em Vitória de Santo Antão, também na Zona da Mata do Estado.

Comentários

Outras notícias