Black Friday Ubannet

10/01/2019 às 15h52m - Atualizado em 10/01/2019 às 18h47m

Confusão na orla de Olinda após prefeitura retirar barracas da praia

Secretaria Executiva de Controle Urbano retirou na noite desta quarta-feira (9) pelo menos três palhoças que ficavam na praia de Bairro Novo, o que causou a revolta de muitos comerciantes

barracos_em_olinda

Uma confusão na Orla de Olinda, na Região Metropolitana do Recife, chamou atenção de quem passava ou mora no local. Com muitas viaturas da polícia, a Secretaria Executiva de Controle Urbano da cidade retirou na noite desta quarta-feira (9) pelo menos três barracas da Praia de Bairro Novo, o que causou a revolta de muitos comerciantes. Eles reclamam de que não receberam nenhuma notificação prévia nem ordem judicial no momento da retirada.

A comerciante Marcelle Melo disse que cerca de seis famílias dependiam financeiramente das barracas para viver. O pai dela, José Marcelo de Melo, tinha um estabelecimento há 38 anos e disse que não recebeu nenhuma notificação de desocupação da área.

À TV Clube, a secretaria alega que moradores teriam denunciado que o local é usado como ponto de tráfico de drogas e prostituição. O secretário da pasta, Sérgio Fontes, acompanhou os trabalhos e informou que os comerciantes foram convidados a comparecer à secretaria para dar esclarecimentos e regularizar a situação, mas não compareceram.

“Antes do final do ano a gente já notificou. A Polícia Militar noticiou, inclusive, homicídios no local. A gente teve que tomar essa providência. E eles foram todos notificados”, afirmou. O material apreendido será levado para o depósito da prefeitura e os comerciantes deverão ir à Secretaria de Meio Ambiente e Planejamento para reaver a concessão. “Eles precisam cumprir as recomendações que estão no termo de concessão, como não colocar som alto após determinado horário”, acrescentou Sérgio.

Comentários

Outras notícias