Black Friday Ubannet

08/01/2014 às 08h48m - Atualizado em 09/01/2014 às 11h50m

Viatura capota e carro cai em canal em acidente no Cordeiro

Segundo a PM, viatura vinha em perseguição, quando carro bateu contra ela

Com a colisão, mulher do condutor e policial militar ficaram feridos e foram socorridos

Uma viatura da Polícia Militar se envolveu em um acidente com outro veículo, no bairro do Cordeiro, na Zona Oeste do Recife. A colisão aconteceu por volta das 22h desta terça-feira, quando, segundo a PM, a viatura de modelo Hiunday Tucson, de placa PGA-2164 do 13º BPM, vinha em uma perseguição na avenida Professor Estêvão Francisco da Costa, quando houve o choque com o veículo Renaut Logan, de placa KIQ-9390, que seguia pela rua Odete Monteiro.

Com a batida, a viatura capotou e o Logan caiu dentro do canal, com um casal e duas crianças menores de 5 e 9 anos. Segundo parentes do casal, a esposa do condutor foi socorrida com dores no ombro para uma clínica particular. Além dela, um policial foi socorrido com dores no pescoço e se encontra no hospital da Polícia Militar.

Por conta do horário do fato, não houve problemas no tráfego da área, no entanto, guardas da Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU) estiveram no local e isolaram a área, bem como policiais do Batalhão de Trânsito da PM e peritos do Instituto de Criminalística (IC), já que um veículo oficial esteve envolvido no choque.

No local do acidente, parentes do casal disseram que o carro da PM colidiu no deles e não o contrário, como a PM relatou. "Meu cunhado vinha com a minha irmã e os dois filhos daquela direção (rua Odete Monteiro), e ele disse que só viu uma luz piscando e quando viu foi a batida e o carro dele caiu no canal", relatou um rapaz que preferiu não ser identificado.

De acordo com o perito Alcides Buarque, ainda não se sabe quem pode ter provocado o acidente. "Só saberemos após a conclusão do laudo. Mas o que podemos dizer é de que foi uma colisão seguida de choque, capotamento e precipitação", relatou o especialista

Com informações da Folha PE

Comentários

Outras notícias