GB Bateiras

04/01/2015 às 19h36m - Atualizado em 04/01/2015 às 20h12m

Suspeito de esquartejar ex-sogra é preso

Houve troca de tiros e homem foi baleado na perna. Prisão ocorreu em Jaboatão

O suspeito de assassinar brutalmente a auxiliar de serviços gerais Ana Yles Francisca do Nascimento, de 42 anos, foi preso por policiais militares do Grupo de Apoio Tático Itinerante (Gati) do 6º BPM no final da noite da última sexta-feira (2), no bairro de Barra de Jangada, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife. Pablo Jorge Rangel de Araújo, 24, era ex-genro da vítima, que foi atingida por golpes de machado e teve o corpo esquartejado dentro de seu apartamento, no Conjunto Marcos Freire, no mesmo município.

Ele foi detido pelos policiais por meio de denúncias e informações do serviço de inteligência da Polícia Militar, que identificaram que o rapaz estava escondido em uma residência. Na ação, o suspeito chegou a reagir à prisão e trocou tiros com os policiais, mas acabou sendo rendido ao ser baleado na perna.

O rapaz foi inicialmente encaminhando à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Barra de Jangada, onde recebeu os primeiros atendimentos, e logo depois conduzido ao Hospital Getúlio Vargas (HGV), na Zona Oeste do Recife, onde passou por procedimento cirúrgico. Até o fim da tarde deste sábado (3), ele permanecia na unidade de saúde. Quando receber alta, ele será encaminhado à 5ª Delegacia do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) para prestar depoimento.

Entenda o caso
Ana Yles estava desaparecida desde o dia 29 de dezembro, quando saiu de casa para comprar pão. Ela foi encontrada na última quarta (31). Segundo informações de familiares, o crime foi provocado pela fúria do rapaz após um desentendimento entre os dois na noite de Natal, já que a Ana interveio na discussão entre Pablo e sua filha. O rapaz não aceitava o fim do relacionamento. Ainda de acordo com os parentes da vítima, o suspeito já havia ameaçado de morte a ex-mulher, com quem tem um filho de três anos.


As informações são da Folha de Pernambuco

Comentários

Outras notícias