Black Friday Ubannet

04/01/2014 às 12h22m - Atualizado em 04/01/2014 às 17h36m

Notas do Enem disponíveis para consulta

Aprenda a calcular a média da UFPE.

Acabou a ansiedade de cinco milhões de candidatos. Está no ar, na página do Inep, a consulta às notas do Enem 2013.

Para ter acesso, o estudante deve informar CPF e senha cadastrada quando efetuou a inscrição. São disponibilizadas as notas das provas de redação, ciências humanas, ciências da natureza, matemática e linguagens.

Com o resultado do Enem é possível calcular a média do fera no vestibular da UFPE. O exame nacional valeu como primeira fase do processo seletivo.

Para ajudar os vestibulandos nessa conta, o Blog do Fera reproduz um post publicado no início de dezembro de 2013 que explica como calcular a média final da UFPE. Releia:

As notas das provas objetivas do Enem variam numa escala de zero a mil. Na UFPE, a nota é de 0 a 10. “Por isso, a primeira conta a fazer é converter as notas na escala de 0 a 10. Basta pegar cada nota da prova objetiva do Enem e dividi-la por cem”, afirma o presidente da Covest. Em seguida, o estudante deve calcular a média aritmética, que resultará na sua nota da primeira etapa. Basta somar as quatro notas (já convertidas) e dividir por quatro.

Para saber o resultado da segunda fase, é preciso antes converter também a nota da redação do Enem. Na UFPE, a redação vale de zero a oito. O fera deve, então, pegar essa nota e multiplicá-la por 0,008 (caso dê menos de 2,5, o candidato será eliminado no ponto de corte). Depois, ao resultado dessa conta soma-se a pontuação das duas questões discursivas (cada uma vale um ponto). Tem-se a nota de português 1, uma das disciplinas da segunda etapa.

Falta calcular as notas das outras três matérias. Cada teste tem 16 questões, portanto, cada quesito vale 0,625 (e cada proposição de verdadeiro ou falso vale 0,125). Veja o gabarito oficial, conte os acertos e anote a nota de cada específica, lembrando que uma proposição marcada errada anula um certa, dentro da mesma questão.

Sobre a nota das provas específicas, o estudante tem que aplicar um peso, de acordo com os grupos (a tabela está disponível no manual do candidato). É só multiplicar a nota pelo peso. Concluídos esses cálculos, junte as quatro notas (português 1 e as três específicas), some-as e divida por 10. O resultado é a nota da segunda fase do vestibular.

Por fim, para saber a média final deve-se somar as notas das duas etapas e dividir por dois.


Postado por mazevedo

Comentários

Outras notícias