18/08/2017 às 12h03m - Atualizado em 18/08/2017 às 18h24m

Polícia apreende cerca R$ 1 milhão com casal suspeito de agiotagem

Segundo a policia, na casa do casal foram apreendidos 250 cheques bancários, totalizando, R$ 550 mil; notas promissórias no valor de R$ 400 mil e R$ 50 mil em espécie.

agiotagem

Foto: Secom/PBcivil

Após continuidade das diligências, a Polícia Civil da Paraíba, por meio da Delegacia de Defraudações e Falsificações de João Pessoa (DDF), identificou, na manhã desta quinta-feira (17), um depósito de cheques, documentos, placas de carro e valores negociados pelo casal Sandra Helena Fonseca Cavalcante, 45 anos, e Antônio Augusto Trajano, conhecido por ‘Van Damme’.

Ambos foram presos em flagrante por estelionato, na última terça-feira (15), suspeitos de realizarem fraudes nos valores de R$ 1,5 milhão e foi arbitrada uma fiança de R$ 43 mil após a audiência de custódia.

De acordo com o delegado de Defraudações na capital, Lucas Sá, além das fraudes em negociações de imóveis, a polícia foi informada da participação do casal em crimes de lavagem de dinheiro, agiotagem e homicídio, mas tais fatos não foram observados no dia 15, motivo pelo qual a primeira prisão foi apenas pelos crimes de estelionato e associação criminosa.

Na manhã desta quinta-feira, a DDF recebeu informações de que existiria um depósito de documentos e cheques, que comprovariam os crimes de lavagem de dinheiro e agiotagem.

Comparecendo ao local, a Polícia apreendeu todo o material, motivo pelo qual o casal foi preso novamente, em virtude da natureza de crime permanente, situação flagrancial pelos crimes de lavagem de valores e agiotagem.

Segundo a autoridade policial, na casa de Sandra e Antonio Augusto foram apreendidos 250 cheques bancários, nos valores de aproximadamente R$ 550 mil, talões de notas promissórias no valor de R$ 400 mil e aproximadamente R$ 50 mil em espécie, totalizando o montante de R$ 1 milhão, sem contabilizar os valores da prisão do dia 15, avaliados em R$ 1,5 milhão, em valores negociados pelo casal.

Existem informações de que o casal é responsável por agiotagem em toda a região metropolitana de João Pessoa e teriam envolvimento com negociação de veículos e imóveis.

A apreensão foi realizada em um dos imóveis pertencentes ao casal, localizado no bairro Jardim Luna.

Para a Polícia, os suspeitos negam serem os donos do material apreendido. Segundo Antonio Augusto, trabalha como pintor e servente de pedreiro; e Sandra afirma trabalhar num quiosque e vender carros.

Ambos foram apresentados novamente à audiência de custódia, em razão da nova prisão em flagrante, ficando à disposição da Justiça. Sandra e Van Damme respondem a processo por homicídio, relacionado à cobrança de dívidas com agiotagem, conforme denúncia de algumas vítimas.

A DDF orienta que demais vítimas dos suspeitos procurem a Delegacia para o registro de ocorrência e para que todos os fatos sejam devidamente apurados.

Do portal Paraíba Oline

Comentários

Outras notícias