Black Friday Ubannet

25/05/2018 às 13h31m - Atualizado em 25/05/2018 às 15h53m

Apresentador de TV baleado em Caruaru recebe alta após 8 meses internado

Alexandre Farias, apresentador do ABTV, estava internado no Hospital Esperança, no bairro da Ilha do Leite, no Recife, desde o dia 28 de setembro do ano passado

jornalista_alexandre_farias

O jornalista e apresentador Alexandre Farias, de 40 anos, atingido por uma bala perdida em setembro de 2017 em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, recebeu alta na tarde desta quinta-feira (24). A informação foi confirmada pelo irmão de Alexandre, José Santos Júnior. "Nós já esperávamos que a alta de Alexandre acontecesse nesta quinta. Ele está bem e consciente, sem a necessidade de cuidados hospitalares", comemorou Júnior. 

O apresentador ficará sob os cuidados de seu pai, que mora em Barra de Jangada, no município de Jaboatão dos Guararapes. Lá, ainda segundo o irmão, Alexandre continuará  fazendo exercícios de estímulos para a recuperação total dos movimentos. "Ele ficará em Barra de Jangada, na casa do meu pai. O tratamento continuará sendo acompanhado diariamente por médicos com fisioterapia, fonoaudiólogos e com técnicos de enfermagem", disse.

O apresentador estava internado no Hospital Esperança, no bairro da Ilha do Leite, no Recife, desde o dia 28 de setembro do ano passado. De acordo com a assessoria do hospital, o apresentador ficou internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) até o dia 6 de dezembro. No dia 2 de março deste ano, ele foi submetido a uma cirurgia de colocação de uma prótese craniana (cranioplastia), que proporcionou a evolução do quadro neurológico, físico e cognitivo.

Relembre o caso
O apresentador do ABTV 2ª Edição, da TV Asa Branca, afiliada da Rede Globo, foi atingido com um tiro na cabeça na noite do dia 16 de setembro, em Caruaru, Agreste de Pernambuco. O fato aconteceu após a polícia realizar uma perseguição nas proximidades do Alto do Moura.

Dois dias depois, os três suspeitos de envolvimento no tiroteio foram presos. Durante a operação, realizada no Sítio Maniçoba, na Zona Rural da cidade, próximo ao Alto do Moura, um quarto suspeito foi morto.

Em janeiro deste ano, Alexandre Farias foi aposentado por invalidez. A decisão ocorreu depois de Alexandre ter sido avaliado, em novembro do ano passado, por peritos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Da Folha Folha PE

Comentários

Outras notícias