Black Friday Ubannet

15/05/2019 às 07h21m - Atualizado em 16/05/2019 às 11h06m

Governo de Pernambuco sanciona lei pioneira no país no combate à violência

A ideia é propor novas alternativas político-sociais para a redução dos altos índices de violência no estado

lei-reducao_de_homicidio

Com o objetivo de reforçar o combate à violência, foi sancionada nesta quarta-feira (15), no Palácio do Campo das Princesas, no Recife, uma lei pioneira no Brasil que cria o programa Pernambuco pela Prevenção. Ela institui o observatório de prevenção à violência, que tem como ideia propor novas alternativas político-sociais para a redução dos altos índices de violência no estado.

A lei vai aumentar as ações realizadas pelo poder público de inclusão social e promoção dos direitos, com prioridade nos jovens. 54 territórios considerados com maior vulnerabilidade social, serão priorizados, 30 mil vagas em cursos profissionalizantes e preparatórios serão criadas, além da instalação de 12 núcleos de prevenção social, para integração da população com cultura, esportes e lazer.

O governador Paulo Câmara explica que todas as ações serão integradas, com Pacto Pela Vida, Sistema Judiciário e poder executivo e em até quatro meses tudo já estará em funcionamento. “Eles são olhados a partir da vulnerabilidade, seja violência ou questões sociais. Eles fazem parte do mapeamento que nós trabalhamos em conjunto dentro do Pacto pela Vida, que não é apenas a repressão, mas também tem o aspecto social da prevenção que tem que estar conversando e a ressocialização”, afirmou o governador.

O secretário de Políticas de Prevenção à Violência e as Drogas, Clóvis Benevides, explica que a partir desta quarta-feira (15) já estão abertas as inscrições para os cursos de capacitação. “São cursos de baixíssimas exigências, então não tem necessidade de ter uma escolaridade muito elevada para conseguir ingressar”, disse o secretário.

A faixa prioritária para atendimento é para jovens de 15 a 29 anos, nesta semana, as inscrições podem ser realizadas de forma presencial nas estações de atendimento do governo presente. A partir da próxima semana, a secretaria vai disponibilizar um link para inscrições pela internet.

Da Rádio Jornal

Comentários

Outras notícias