Black Friday Ubannet

15/01/2018 às 09h13m - Atualizado em 15/01/2018 às 09h15m

Três homens morrem durante operação de polícias Civil e Militar no Sertão pernambucano

Segundo a PM, homens foram identificados como integrantes de uma quadrilha que realizava assaltos a bancos no interior do estado.

operacao_policial

Uma operação conjunta das polícias Militar e Federal realizada na sexta-feira (12), em Petrolina, no Sertão de Pernambuco, resultou na morte de três homens identificados como integrantes de uma quadrilha que assaltava agências bancárias no interior do estado. As informações foram divulgadas pela Polícia Militar neste domingo (14).

Ao receberem a denúncia de que o trio de foragidos estava em uma residência na zona rural de Petrolina, as equipes policiais montaram uma operação com efetivos militares e federais. Quando chegaram à casa, os policiais foram recebidos a tiros, revidaram os disparos e atingiram os criminosos.

Apesar de serem levados unidades de saúde em Petrolina, os três homens não resistiram aos ferimentos e vieram a óbito. Segundo a PM, dois deles tinham mandados de prisão em aberto. A corporação informou, ainda, que dois outros integrantes da quadrilha saíram da casa antes da chegada dos policiais e, por isso, não foram encontrados.

Na casa em que o trio foi encontrado, foram apreendidos dois veículos, sendo um deles clonado e utilizado numa ação criminosa contra uma agência bancária em Santa Filomena, no Sertão, no dia 8 de janeiro.

Também foram apreendidas três armas de fogo, 46 cartuchos, dois carregadores, duas câmeras fotográficas, um celular, um par de luvas, duas camisas, uma touca tipo balaclava, um par de coturno, uma caixa com grampos de metal e a quantia de R$ 2.054, junto com cédulas danificadas de R$ 20, R$ 50 e R$ 100. O material apreendido foi apresentado na delegacia da Polícia Federal em Juazeiro, na Bahia.

Detalhes

Nesta segunda-feira (15), a Polícia Federal divulgou mais fotos do material encontrado com a quadrilha. Também informou as identidades dos três homens mortos no confronto.

São eles: Roque Alves Gondim, 37 anos, natural de Salgueiro, no Sertão de Pernambuco. Ele tinha mandados de prisão em aberto por causa de envolvimento com roubo e explosão em banco.

José Carlos de Barros, 27 anos, segundo a PF, também de Salgueiro, tinha mandados expedidos pelos mesmos crimes e por homicídios.

Aldenor Manoel de Aquino, 42 anos, , 42 anos, natural de Carnaubeira da Penha, no Sertão de Pernambuco, não tinha antecedentes criminais, conforme a PF.

Do G1 PE

Comentários

Outras notícias