Black Friday Ubannet

15/01/2018 às 09h31m - Atualizado em 15/01/2018 às 11h09m

Sport fica com a Ariano Suassuna na reestreia de Nelsinho

Os rubro-negros receberam com muito entusiasmo o campeão da Copa do Brasil em 2008, e que neste ano comandará o time recifense

futebol_sport_na_ilha_do_retiro

A saudade batia na porta dos torcedores rubro-negros. Há meses o Sport não jogava na Ilha do Retiro diante do seu torcedor. Porém, o reencontro aconteceu neste domingo (14), no tapete verde do reduto pernambucano, diante do argentino Atlético de Tucumán. Foi a disputa da Taça Ariano Suassuna, partida que abre a temporada leonina e faz uma homenagem a Ariano Suassuna, grande nome da literatura nacional.

Além de ser uma oportunidade para os torcedores apreciarem o futebol dos novos contratados do Leão, a exemplo de Marlone e Pedro Castro, o jogo marcou um reencontro especial. Os rubro-negros receberam com muito entusiasmo o técnico Nelsinho Baptista, campeão da Copa do Brasil em 2008, e que neste ano comandará o time recifense.

Quando a bola rolou, os quase 5 mil torcedores que compareceram ao estádio leonino viram uma boa movimentação dos meias e atacantes no primeiro tempo, mas quem marcou o primeiro gol do ano foi o lateral Sander. Na segunda etapa, o ritmo do Sport caiu, mas o Leão garantiu a Taça e arrancou aplausos dos seus torcedores. O meia Thomás ainda ampliou o placar para 2x0 e comemorou bastante a conquista.

O jogo

Logo no início da partida, o Sport aplicou um susto no Atlético de Tucumán. O volante Anselmo deu ótimo passe para Rogério que recebeu, abaixou a cabeça e finalizou. O chute acabou indo no centro do gol, facilitando a defesa do goleiro argentino.

Perto dos 10 minutos, após boa descida do Sport pela direita, quase saiu um golaço. O jovem Índio recebeu, levantou a cabeça e cruzou para Rogério. O atacante deu um belo voleio e assustou o goleiro Batalla aos dez minutos. Instantes depois, o próprio Rogério recebeu pela esquerda, tentou enfiar no meio para Marlone, mas a zaga argentina cortou.

O Sport se mostrava antenado na partida e apresentava boas investidas no ataque. O Atlético, por sua vez, dava espaço na marcação e trocava passes de maneira muito lenta. Aos 12 minutos, em mais uma tentativa rubro-negra, Fabrício deu bom cruzamento e o atacante André cabeceou com perigo no lado esquerdo do goleiro.

A conjuntura de um Sport buscando o ataque e de um Atlético lento em campo acabou resultando em gol. O Leão chegou bem pela esquerda, com Sander ultrapassando pela ala. O jogador rubro-negro poderia até cruzar, porém, resolveu bater forte e acertou as redes argentinas, abrindo o placar para o time pernambucano aos 34 minutos.

Segundo tempo

O Sport iniciou a segunda etapa incomodando a defesa argentina. Tanto os atletas de meio campo quanto os de ataque se movimentaram bem e trocaram passes com rapidez. A primeira tentativa de arremate veio com o volante Anselmo que, de longe, deu uma bomba, mas a bola ganhou altura e não assustou o arqueiro Batalla.

A resposta argentina aconteceu aos 15 minutos. Depois de bola levantada na área, a zaga do Sport não conseguiu cortar e a redonda acabou ajeitada para o centroavante Affonso. O número 9 do Atlético de Tucumán cabeceou e deu um susto no goleiro Magrão.

Próximo dos trinta minutos do segundo tempo, o ritmo do Sport caiu consideravelmente.  Cheio de alterações na segunda etapa, o Atlético apresentou mais disposição na marcação, mas não teve, até então, investidas ofensivas que levassem muito perigo à meta de Magrão.

Sobre os jogadores que entraram no time leonino, o meia Thomás até que teve boa movimentação, mas não finalizou bem e nem deixou os companheiros na cara do gol. Lenis, outro que entrou na segunda etapa, praticamente não apareceu.

Aos 35 minutos, por pouco não saiu um gol olímpico na Ilha do Retiro. Marlone, que voltou a vestir a camisa rubro-negra diante dos torcedores do Sport, cobrou um escanteio cheio de veneno e a bola beijou o travessão, dando um susto no goleiro Batalla.

No final do jogo, o meia Thomás, enfim, conseguiu apresentar uma boa desenvoltura na partida. Ele carregou a bola entre os marcadores e na entrada da área bateu bem de perna esquerda, ampliando o placar para 2x0 Foi o gol que definiu a partida e fez o Sport conquistar a Taça Ariano Suassuna 2018.

FICHA DE JOGO

Taça Ariano Suassuna

Local: Ilha do Retiro

Sport: Magrão, Fabrício, Ronaldo Alves, Durval e Sander; Anselmo e Pedro Castro (Tallyson); Índio (Lenis) e Marlone; Rogério (Thomás) e André. O técnico é Nelsinho Baptista.

Atlético de Tucumán: Batalla, Acosta (Romat), Osores, Cabral (Zárate) e Villagra; Álvarez (Milloc), Grahl (Freitas) e Núnez (Hechalar); Barbona (Melo) e Rodríguez (Cuello); Affonso. O técnico é Ricardo Zielinhski

Gols: Sander /Thomás

Cartões amarelos: Núnez / Rogério

Público: 4.933 pessoas

Renda: 90.475

Comentários

Outras notícias